Cabeçalho

Menu Adicional

Publicidade

Destaque 02

Mostrando postagens com marcador Celular. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Celular. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 11 de março de 2020

Jovem morre eletrocutado quando usava fones em celular na tomada

Jovem morre eletrocutado
O jovem Paulo Victor Cochrane Chaves Torres, de 18 anos, morreu enquanto escutava música com fone de ouvido conectado ao celular ligado à tomada na sua casa, em Paragominas, Sudeste do Pará. O laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) indicou a hipótese que o rapaz sofreu uma descarga elétrica. O caso ocorreu no final de semana. De acordo com o G1, conhecido entre amigos e familiares como 'Vitinho', Paulo Victor era jogador amador de futebol e atuava em campeonatos municipais. No sábado (7), o jovem tinha sido convocado para participar de um amistoso em um município vizinho. Ao acordar, o pai não viu o filho e pensou que ele já tinha saído para o jogo. De acordo com familiares, por volta de 18h, o pai estranhou o sumiço de Paulo e começou a contatar amigos próximos na intenção de localizar o filho. Colegas do time de Paulo relataram que o jogo tinha sido cancelado e o rapaz não tinha comparecido em momento algum ao local. Às 22h, o pai de Paulo foi até a rua para acessar o quarto de Paulo pela janela, já que a porta estava trancada, e encontrou o corpo do filho debruçado sobre a cama. O homem tentou reanimar o filho, e após tentativas, o Corpo de Bombeiros foi acionado e os socorristas confirmaram a morte do jovem. Segundo familiares, o corpo de Paulo apresentava sinais de queimadura. Os pais do jovem contaram que o rapaz tinha costume de usar fones de ouvido do celular com o aparelho ligado à tomada. O laudo oficial do IML ainda não foi divulgado. A provável causa da morte apontada no laudo preliminar é por eletroplessão, morte causada por descarga elétrica. Amigos e familiares compareceram ao velório de Paulo, realizado nesta segunda-feira (9), em um cemitério da cidade. O caso gerou comoção na cidade, principalmente pelo jovem ser ativo na sociedade. Vitinho ajudava o pai a administrar um campo de futebol. O rapaz era atuante na igreja, onde participava da banda como baterista. (Vinny Publicidade com foto - reprodução/rede social).

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Documento do carro terá só versão digital até junho de 2020

Documento do carro
A partir deste ano, o documento do carro não vai mais ser impresso. O Detran de nove estados já adotaram a mudança. O restante do país tem até junho para se adaptar. Para ter a nova versão, o motorista deve baixar um aplicativo gratuito no site do Detran. Depois que pagar o IPVA, o documento aparece na tela do aparelho. Os policiais podem ter acesso ao documento aproximando o leitor do QR Code (código de barras em formato quadrado localizado na parte interna do documento). As carteiras emitidas a partir de 2017 já contam com esse item de segurança. O motorista que não tiver o QR Code deve tirar uma segunda via do documento. Nesse caso, o motorista tem que imprimir o documento por conta própria. Os Detrans não vão mais fazer esse serviço. Só no estado de Goiás, por exemplo, a economia com impressão e envio do documento pelos Correios será de R$ 6 milhões por ano. O ministério da Infraestrutura ainda não fez a estimativa de quanto os outros Detrans vão economizar.(Vinny Publicidade com foto - reprodução - Veja).

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Prefeito de Ibicoara cobra na Seinfra sinal para celular e instalação de energia elétrica

Sinal para celular
O prefeito de Ibicoara, região da Chapada Diamantina - BA, Haroldo Aguiar, acompanhado do deputado Marquinho Viana (PSB) esteve em audiência na última terça-feira (16) com o diretor de Comunicação da Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), Robério Ronaldo, e o diretor de Energia, Gilson, cobrando a implantação do sinal para celular e energia elétrica para os povoados e distritos nos municípios que o deputado representa na Assembléia Legislativa da Bahia. A receptividade como sempre, foi das melhores. (Vinny Publicidade com foto - divulgação).

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Celular explode debaixo de travesseiro e menina de 14 anos morre

Celular explode debaixo de travesseiro
Alua Abzalbek, 14 anos, deixou o celular debaixo do travesseiro carregando e o aparelho acabou explodindo. O resultado foi trágico e a adolescente não resistiu aos ferimentos na cabeça. Para completar a tragédia, os pais só descobriram, no dia seguinte, quando acordaram. O caso aconteceu na cidade de Bastobe, no Cazaquistão. Uma equipe médica chegou a ser acionada, mas a garota já estava sem vida. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, os peritos detectaram que a explosão do celular foi o que causou a morte da menina e que ela só ocorreu porque o aparelho superaqueceu enquanto estava na tomada. (Foto: Reprodução - WhatsApp/Vinny Publicidade).

domingo, 24 de março de 2019

Chapada: Serviço celular precário prejudica desenvolvimento do setor agropecuário

Serviço celular
Desconectado. Sem sinal de celular e sem comunicação. Em muitas áreas da Bahia a tecnologia ainda não chegou, ou é ineficiente. E na busca desesperada para se comunicar, não adianta cobrir o aparelho com arame, subir em árvore ou escalar montanhas para “pescar” algum rabicho de sinalzinho perdido na altitude. Não funciona. A desconexão é comum no interior da Bahia, principalmente na zona rural, e vem prejudicando muitos segmentos da economia, principalmente o setor agropecuário. Ao redor das fazendas, ou até mesmo na sede das propriedades, é difícil se comunicar através de celular.
Sem sinal, não adianta comprar aparelho celular. É o que pensa muita gente. Dados do IBGE mostram que a Bahia é o estado com maior número de pessoas que não tem telefone móvel por indisponibilidade do serviço. Cerca de 165 mil pessoas enfrentam este problema. Neste índice negativo, a Bahia está abaixo apenas do Pará, onde 177 mil pessoas consideram inútil comprar um aparelho de telefonia móvel. A pesquisa, realizada em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, aponta ainda que o índice de pessoas que tem celular no estado está abaixo da média nacional. Enquanto na Bahia, cerca de 71,4% da população com 10 anos ou mais de idade tem aparelho móvel para uso pessoal, a média nacional ultrapassa 78,2%.
As lacunas de serviço celular, ou baixa frequência do sinal, podem ser confirmadas no mapa de Cobertura Celular, disponibilizado na internet pela Anatel. O Mapa mostra que a intensidade de sinal é fraca, ou ausente em boa parte do estado. Existem áreas, onde nenhuma das operadoras que atuam no estado oferece o serviço. Na Chapada Diamantina, o problema atinge os moradores de muitas cidades e milhares de produtores rurais. Os agricultores da região, famosa pela produção de morango, batata, café e hortaliças, enviam remessas de frutas e verduras para vários estados, mas enfrentam problemas na comunicação com os clientes. “Temos um dos dez maiores PIB´s do estado, mas temos um precário serviço de telefonia, o que atrapalha a formalização dos negócios. Esta é uma lacuna gigantesca para o desenvolvimento econômico da região. Muitas vezes, os caminhões já estão carregados e o agricultor precisa esperar o sinal voltar para poder emitir uma nota eletrônica. Sem ela o transporte da produção não pode acontecer. É um absurdo, e quando a gente liga para as operadoras para pedir um upgrade, dizem que não tem disponibilidade para a área”, afirma Evilásio Fraga, coordenador do Agropolo, que reúne produtores rurais dos municípios de Mucugê, Ibicoara e Barra da Estiva. Apesar de movimentarem cerca de 800 milhões de reais por ano através da produção agrícola, e gerarem atualmente 3 mil empregos com carteira assinada, os produtores ainda padecem com a desconexão em mais de 70% da área. Para tentar resolver o problema, alguns agricultores ainda mantem o telefone fixo, considerado mais caro. Outros recorrem aos serviços de Whatsapp e Internet fornecidos por pequenas empresas locais, que alcançam de forma eficiente apenas as áreas urbanas. “Atualmente nos comunicamos mais pelo aplicativo. Já fizemos reuniões com os órgãos públicos para tentar viabilizar a melhoria dos serviços e não adiantou. A população está sendo prejudicada, e nós não temos um horizonte de quando teremos um serviço de qualidade”, acrescenta Fraga. Em Mucugê, município com pouco mais de 14 mil habitantes, a frequência de celular é baixa, só funciona em alguns pontos da cidade, e atinge também os turistas que visitam a região. A internet oficial da cidade não chega a atingir 1 Mb, só tem capacidade para 600 Kb, e as empresas particulares cobram cerca de 70 reais para fornecer o serviço adicional. O mapa da Anatel mostra que a Claro, a principal operadora no município, oferece serviço 4G com cinco pontos, a intensidade máxima. Quem visita a Chapada costuma avisar as famílias que pode ficar vários dias sem mandar notícias. Já as empresas de turismo se sentem prejudicadas. “Muitos clientes, principalmente os estrangeiros, acabam também não entendendo a nossa demora para responder as chamadas e retornar as ligações. Mas é exatamente a precariedade do sistema que provoca esta situação. Para minimizar esta falta de comunicação fomos obrigados a investir em um site de vendas on-line, com manutenção 80% mais cara do que um portal comum. Já para entrar em contato com os guias usamos rádios de curta distância”, afirma Flávia Brívia Ramos , da Agência de Turismo Chapada Aventure Daniel, sediada em Lenções.
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que fiscaliza a qualidade móvel nos 5.570 municípios do país de forma sistêmica e perene, por meio de indicadores que avaliam a existência de congestionamento ou quedas de conexão. (Foto: Vinícius Silva/Vinny Publicidade).

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Tanhaçu: Homem tem moto e celular roubados durante assalto

Moto e celular roubados
A moto de placa TJT- 3379 foi tomada de assalto na noite da última terça-feira, 25 de fevereiro de 2019, em Tanhaçu, no Sudoeste Baiano. O crime ocorreu por volta das 23h30 e, segundo a vítima, os criminosos chegaram a lhe ameaçar com arma de fogo e ainda roubaram seu aparelho celular. O caso foi registrado e é investigado pela Polícia Civil. (Foto: Divulgação - Agora Sudoeste).

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Crédito de celular pré-pago não pode expirar

Celular pré-pago
A Justiça Federal proibiu as operadoras de telefonia móvel de estabelecer um prazo de vencimento para os créditos comprados para uso em celulares pré-pagos. A decisão é válida para todo Brasil e começa a valer assim que as empresas sejam notificadas. Segundo a Folha Online, essa notificação das teles pode ser feita por oficial de Justiça ou com a publicação da decisão no Diário Oficial. A mudança é fruto de decisão da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Ainda cabe recurso. Para o desembargador Souza Prudente, relator do processo, o prazo de validade é um confisco antecipados dos valores já pagos pelo serviço. “Afigura-se manifesta abusividade (…) a medida impõe ao usuário de menor poder aquisitivo discriminação injustificada e tratamento não isonômico em relação aos demais usuários desses serviços públicos de telefonia”, defendeu o juiz. O sindicato das operadoras, Sindtelebrasil, disse que ainda não foi oficialmente comunicado da decisão e que só quando isso acontecer irá avaliar o que fazer. (Foto: Novo Tempo)/(Blog do Anderson).

Postagens mais visitadas

VINNY PUBLICIDADE © 2013 - 2020. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vinícius Silva/Vinny Publicidade.
Tecnologia do Blogger.
Contato: 77 991100514.
imagem-logo