Servidora é acusada de extorquir pacientes para marcação de exames e cirurgias em Guanambi

Servidora é acusada de extorquir pacientes para marcação de exames e cirurgias em Guanambi

Uma servidora da prefeitura de Guanambi, na região Sudoeste da Bahia, responsável por marcar exames foi denunciada. A servidora estaria cobrando uma taxa no valor de R$ 150,00(cento e cinquenta reais) para marcar exames.
Conforme a denúncia feita pela paciente ao site Achei Sudoeste, a servidora contratada estaria cobrando para marcar exames. “Isso é inadmissível. É a mesma coisa de você procurar a central de regulação e o funcionário cobrarem para marcar um exame. Isso não existe. Fico mais indignada porque isso não é de hoje. Tem muito tempo”, comentou a denunciante.
Ainda segundo relatou a paciente ao site, a servidora tem se aproveitado do momento vulnerável dos pacientes para receber vantagem. “O paciente acaba pagando para ter seu exame marcado logo. É uma grande injustiça”, disse.
Em nota enviada ao Portal Folha do Vale, a prefeitura de Guanambi esclareceu que não pactua, sob nenhuma hipótese, com ilicitudes de qualquer natureza, praticada por qualquer servidor, sejam contratados, nomeados ou efetivos. “A denúncia em questão será apurada de forma rigorosa e as medidas administrativas e jurídicas, se for o caso, serão devidamente aplicadas”, garantiu. Segundo a prefeitura, a servidora é contratada e vem desde a última gestão do município.
De acordo com um advogado ouvido pela reportagem, caso seja provado à servidora pode ser denunciado pela prática do crime de concussão, que ocorre quando um servidor público cobra e recebe vantagem indevida por causa do seu cargo ou função. (Vinny Publicidade com foto - divulgação).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem