Implantação de linhas de transmissão elétrica devem gerar 661 empregos em cidades do interior da Bahia

Implantação de linhas de transmissão elétrica devem gerar 661 empregos em cidades do interior da Bahia

As cidades de Jaborandi e Correntina, no Território de Identidade da Bacia do Rio Corrente, devem receber duas novas linhas de transmissão de energia elétrica. Na fase de construção, a EKTT 6 Serviços de Transmissão de Energia Elétrica deve gerar 661 empregos na região, e 12 postos de trabalho diretos e indiretos na operação.
As informações constam no protocolo de intenções assinado entre a empresa e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), nesta terça-feira (31). A expectativa é que a empresa invista 124 milhões de reais em Jaborandi e 100 milhões de reais em Correntina para implantar os equipamentos.
Essa é uma excelente notícia para nosso estado, pois os parques eólicos e os complexos de energia solar aumentam a cada ano na Bahia, são dezenas de protocolos de intenções e empresas que já iniciaram investimentos em nosso interior. Então essas novas linhas de transmissão chegam para facilitar a distribuição dessa nova energia gerada”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal.    
Liderança
A Bahia está na liderança nacional na geração de energia eólica e ocupa o segundo lugar no ranking dos cinco principais Estados em geração de energia solar no país, em maio de 2021. Os dados constam do Informe Executivo de Energias Renováveis da SDE, do mês de julho. Juntas, as fontes de energias renováveis deverão investir cerca de R$ 30,9 bilhões no território baiano.
O Estado conta atualmente com 200 parques eólicos em operação, que tem 5.102 Megawatt (MW) de capacidade instalada, e mais de 1700 aerogeradores em operação. Já na energia solar, a Bahia conta com 29 parques fotovoltaicos em operação, com mais de três milhões de módulos fotovoltaicos em funcionamento. (Vinny Publicidade com foto - divulgação - Ascom/SDE).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem