Governo da Bahia realiza nova reunião com a APLB sobre as aulas semipresenciais

Governo da Bahia realiza nova reunião com a APLB sobre as aulas semipresenciais

O Governo do Estado, através das secretarias de Relações Institucionais (Serin) e da Educação (SEC), promoveu, na quarta-feira (11), mais uma reunião com representantes da APLB Sindicato, na sede da Serin, em Salvador. O encontro presencial contou com a participação dos secretários Luiz Caetano e Jerônimo Rodrigues.
O ensino híbrido, com total participação dos professores nas salas de aula, foi o principal ponto do encontro. As aulas semipresenciais começaram no dia 26 de julho para os estudantes do Ensino Médio e na última segunda-feira (9) para estudantes do Ensino Fundamental.
O secretário da Serin, Luiz Caetano, reafirmou o respeito do Governo do Estado com a categoria. “O diálogo permanece aberto, pois o objetivo é encontrar um caminho que seja melhor para ambas as partes, priorizando a educação e as aulas semipresenciais de forma segura para os envolvidos”.
O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou que as aulas semipresenciais acontecem em um momento favorável, de queda nos indicadores da Covid-19 na Bahia e enfatizou o avanço da vacinação para a população, bem como para os educadores e trabalhadores da Educação. Lembrou que 100% dos profissionais da Educação na ativa e acima de 18 anos já podem ser vacinados. E ressaltou o rigor nos protocolos de biossegurança nas escolas.
"A escola é um ambiente de acolhimento e de afeto. Nestas primeiras semanas de aulas semipresenciais, temos presenciado a chegada e a permanência dos estudantes nas escolas, com todo zelo e cuidado. E continuamos cumprindo o nosso papel de dialogar sempre com a APLB, para garantir a aprendizagem dos nossos estudantes”, afirmou o secretário Jerônimo.
O presidente da APLB, Rui Oliveira, falou sobre a segunda dose da vacina como critério para que todos os professores compareçam às escolas para dar aulas. (Vinny Publicidade com foto - divulgação - Ascom/Secretaria da Educação do Estado).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem