Plenário elege Adolfo Menezes e nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia

Plenário elege Adolfo Menezes e nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia

O deputado Adolfo Menezes (PP) foi proclamado, às 18h41 de ontem, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia para o biênio 2021–2023. Obteve 60 votos, a maior votação de todos os integrantes da nova Mesa Diretora. Aplaudido de pé pelos parlamentares, ele passou a direção da sessão ao deputado Alan Sanches (DEM) para proferir, emocionado, seu discurso inicial compromissado com o compartilhamento das decisões, a abertura do gabinete da Presidência aos pares e com a austeridade.
Foi uma transição negociada, transparente, que observou a proporcionalidade na distribuição dos cargos. Onze partidos presentes no plenário da ALBA ocuparam os 14 cargos da Mesa Diretora recém-eleita (incluídos cinco suplentes). Precauções sanitárias severas limitaram o acesso ao local das votações na longa sessão que durou mais de quatro horas e meia. Todos mediram a temperatura antes de ingressar na Assembleia, álcool 70 foi disponibilizado e o acesso à sala do cafezinho e ao Saguão Nestor Duarte vedado. Ao todo, foram realizadas três votações secretas, pois Hilton Coelho (Psol) se lançou candidato à presidência, como já fizera na eleição do deputado Nelson Leal (PP) dois anos antes, e o deputado Marcelinho Veiga (PSB) disputou com a correligionária Fabíola Mansur, e venceu, a votação para a segunda vice-presidência. Por acordo, os demais cargos foram votados de uma só vez através de chapa confeccionada na Secretaria Geral da Mesa. O processo de votação começou às 14h48, após o presidente da sessão, Nelson Leal, explicar a sistemática dos trabalhos e cada parlamentar apresentar o nome para a votação. Secretariado pela deputada Maria del Carmen (PT), as chamadas privilegiaram os 15 deputados com mais de 60 anos por ordem alfabética, sendo os demais chamados à cabine indevassável também nessa ordem. A votação que definiu a presidência levou 38 minutos. A disputa pela segunda vice, apenas 20, e o restante da chapa 36. Para a escrutinação, foram convocados os deputados Samuel Jr. (PDT), Vitor Bonfim (PL) e Sandro Régis (DEM). Antes de proclamar o resultado, o presidente da Mesa que encerrava o mandato, deputado Nelson Leal, se despediu com um discurso da tribuna em que celebrou a tolerância, o respeito, a democracia, e agradeceu o apoio recebido nos 731 dias de sua presidência. (Vinny Publicidade com foto - reprodução/ALBA).

Postar um comentário

Próxima Postagem Postagem Anterior