Anúncio Top


Fabamed assume gestão do Hospital da Chapada e Fábio Vilas-Boas inspeciona unidade

Fabamed assume gestão do Hospital da Chapada e Fábio Vilas-Boas inspeciona unidade
A partir de quinta-feira (10/12), a Fundação Fabamed assume a gestão do Hospital Regional da Chapada, em Seabra, na Chapada Diamantina - BA, e o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, realiza inspeção na unidade para aferir os estoques de insumos e medicamentos, bem como o funcionamento dos equipamentos e a escala dos profissionais. O contrato foi publicado no Diário Oficial do Estado e tem duração de 90 dias renováveis por igual período. “A partir de hoje, a unidade passa a ser gerida por outra organização social, que traz uma experiência vitoriosa para que esse hospital possa cumprir sua missão de atender a toda a região da chapada e oferecer serviços mais qualificados. Quero agradecer ao corpo clínico, que manteve a unidade funcionando regularmente durante esse processo de transição”, afirma o secretário Fábio Vilas-Boas. O presidente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, ressalta que “a partir desse final de semana já teremos novos enxovais, materiais e medicamentos, pois trabalhamos com seriedade, respeitando o corpo clínico e o paciente do Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital Regional da Chapada possui 101 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva. A unidade é referência para os municípios de Abaíra, Boninal, Ibitiara, Iraquara, Lençóis, Mucugê, Novo Horizonte, Palmeiras, Piatã, Seabra, Souto Soares, Oliveira dos Brejinhos e Brotas de Macaúbas. Além do atendimento clínico e cirúrgico de emergência, a unidade realiza cirurgias eletivas, bem como oferta atendimento ambulatorial nas especialidades de cardiologia, ortopedia, pediatria, clínica médica, cirurgia geral, angiologia, gastroenterologia, anestesiologia, otorrino, exames de imagem e laboratório. (Vinny Publicidade com foto e vídeo - divulgação - Sesab/BA).

Deixe seu comentário

0 Comentários

Os comentários não representam a opinião do blog e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação.