Ultimas

6/recent/ticker-posts

Anuncio top

Anuncios

Motoboy é alvo de ofensas racistas; "Você nunca vai ter nada", diz agressor

Motoboy é alvo de ofensas racistas; "Você nunca vai ter nada", diz agressor
O vídeo de um ato de discriminação viralizou na internet nesta sexta-feira (07/08). As imagens feitas por um morador de um condomínio residencial de alto padrão em Valinhos (a 79 km de São Paulo) mostram um homem branco xingando e humilhando um entregador de aplicativo negro por causa de um atraso na entrega. O caso aconteceu em 31 de julho, mas só repercutiu após a mãe de Matheus Pires, 19, publicar as imagens nas redes sociais na noite desta quinta-feira (06). Um boletim de ocorrência para investigar o crime de injúria racial foi aberto na delegacia da cidade, e o agressor, o contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto, até agora não prestou depoimento. A punição prevista para esse tipo de crime é o pagamento de multa ou reclusão de 1 a 6 meses. O episódio aconteceu quando Matheus, que é motoboy a serviço do iFood há pelo menos um ano, entregava uma refeição no condomínio. Chegando ao local, no bairro Chácara Silvania, ele diz que enfrentou um problema no interfone. Por não conseguir falar com o cliente, atrasou a entrega. “Quando cheguei na casa, ele [o morador] já veio com xingamentos”, disse. Um vizinho começou a filmar apenas depois de a discussão começar. É possível ver Matheus sendo chamado de “lixo” e “semianalfabeto”. O agressor diz ainda que o jovem tem “inveja da vida que as pessoas dali têm”, e afirma que o profissional não tem onde morar, nem “nunca vai ter nada disso aqui”. Em dado momento, o homem branco aponta para o braço e diz que o entregador negro tem inveja daquilo, mas nunca poderá ter aquilo. Matheus afirma que, agora, quer apenas justiça. “E que ele aprenda que as pessoas têm o devido valor, seja qual for a profissão”, disse. (Vinny Publicidade com foto e vídeo - reprodução - rede social).
Assista o vídeo: