Anúncio Top


test banner

Boquira: Ex não aceita término e mata jovem com pedra

Uma adolescente de 15 anos foi morta no último domingo (29) depois de ser apedrejada no rosto, e o principal suspeito do crime é seu ex-namorado. A jovem estava no povoado de Descoberta, zona rural de Boquira, município do sudoeste da Bahia, no momento da violência. Segundo informações registradas na delegacia da cidade, o ex-namorado, de 23 anos, teria cometido o homicídio porque não aceitava o fim do relacionamento. “O que houve foi ele não ter se conformado com fim do namoro determinado pela adolescente”, explica a polícia. De acordo com os registros policiais, por volta das 19h30 o homem seguiu a menina, que estava com quatro amigas, e começou a agredi-la. “Enquanto ela tentava fugir, ele pegou uma pedra de um quilo e começou a bater no rosto da jovem, que ficou completamente desfigurado”, contou Genivaldo Rodrigues, delegado do município em entrevista o portal de notícias G1. Ao presenciarem o crime, as amigas da vítima logo pediram ajuda à polícia, que a socorreu. A adolescente chegou ao hospital municipal já sem vida. Depois do assassinato, o ex-namorado fugiu, mas foi detido em casa. O suspeito falou durante o depoimento que comentou o crime porque estava com raiva da menina e do pai dela, que não aceitava o namoro. “O pai queria que ela estudasse para depois se envolver em relacionamentos”, emendou o delegado. O enterro da jovem foi no último dia 1º. Já o suspeito, que confessou o crime, deve responder processo por homicídio qualificado, o qual tem pena de 15 a 30 anos de reclusão. (Foto: Divulgação - Delegacia de Boquira) / (G1).