Destaque

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Amante é atraído para encontro e queimado vivo por casal, em emboscada

Amante
A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nessa segunda-feira (22/10), em Águas Lindas de Goiás, uma dupla acusada de um crime bárbaro. Eles teriam atraído Osorino Pereira dos Santos, 70 anos, para uma emboscada e queimado o homem vivo dentro do carro. Os suspeitos presos são Daniel Pereira de Souza, 51, e Rosilene Alves de Souza, 47, que são casados. De acordo com informações do delegado Adval Cardoso, da 18ª DP (Brazlândia), o crime hediondo teria sido cometido por vingança, uma vez que a acusada estaria em relação extraconjugal com a vítima.
Após descobrir a traição, Daniel disse para Rosilene que queria a separação. A mulher, então, com base em diligência da PCDF, prometeu ajudá-lo a se vingar de Osorino. Em troca, continuariam juntos. No dia 5 de outubro, a suspeita ligou para o amante e marcou um encontro romântico, às 18h, na entrada de Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. A vítima atendeu ao chamado de Rosilene. De lá, eles seguiram para uma chácara situada um pouco depois de Cocalzinho, onde Daniel os aguardava armado com uma faca e um revólver de brinquedo. Osorino foi rendido, amarrado e agredido. Em seguida, o casal levou Osorino para uma área de eucaliptos em Brazlândia, local, conforme investigação da PCDF, pode ter sido queimado ainda vivo dentro do carro, um Fiat Uno, de cor verde, placa JHF 4172-DF. Daniel jogou gasolina no veículo da vítima, deixando o homem e o automóvel totalmente carbonizados. A dupla vai responder por homicídio triplamente qualicado e ocultação de cadáver. Daniel e Rosilene foram presos após a Justiça expedir mandado de prisão preventiva.

Crime cruel
Para o delegado responsável pelo caso, Adval Cardoso, da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), o que mais chamou a atenção no crime, foi a conduta cruel de Daniel. “Ele trabalhava há 21 anos em hotéis no Plano Piloto, não tinha antecedentes criminais, nunca teve passagem pela polícia e articulou um crime tão cruel dessa maneira”, destacou. A polícia havia sido informada, por telefone, a respeito de um carro incendiado. Depois que a mulher de Osorino registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do marido, os investigadores confirmaram que o corpo encontrado no veículo era da vítima. De acordo com o delegado, após serem presos, os dois confessaram o crime nos mínimos detalhes e foram presos preventivamente na segunda-feira (22/10). Rosenilda e Daniel estão na 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) e seguirão para o Departamento de Polícia Especializada (DPE) para, depois, serem transferidos ao sistema penitenciário. Os dois serão indiciados por homicídio triplamente qualicado e ocultação de cadáver, com pena de 12 a 30 anos de reclusão.  (Do Vitória da Conquista Notícias).

Comente com o Facebook:

VINNY PUBLICIDADE © 2013 - 2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vinícius Silva/Vinny Publicidade.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...